Carreiras profissionais em academias de porto alegre: uma análise da percepção de estudantes e profissionais

Mauro Myskiw, Pedro Xavier Manfro

Resumo

Objetivo: O objetivo foi analisar como as carreiras nas Academias, segundo a percepção de estudantes/estagiários e de profissionais sobre realidades e expectativas, mobilizam ou articulam contratos com a empresa ou com a própria pessoa. Foi realizado um estudo qualitativo de delineamento exploratório. Métodos: Participaram do estudo 10 profissionais/estudantes vinculados a Academias da cidade de Porto Alegre, através de entrevista semiestruturada. O conteúdo das entrevistas foi analisado a partir de um exercício de redução textual, produção de categorias e subcategorias. Resultados: As categorias emergentes foram: a desvalorização e a instabilidade das relações; a presença dos estagiários atuando como profissionais; trajetórias de carreira profissional em academia; esforços auto iniciados de desenvolvimento de competências; trabalho em academias e desenvolvimento de redes de oportunidades. Conclusão: Nossa conclusão indica que, apesar de notarmos a percepção da importância de esforços auto iniciados, isto é, de situações nas quais os professores/estudantes entrevistados demonstram certa autonomia para decidirem sobre suas carreiras, não nos foi possível afirmar que tal percepção ignore a relevância dos programas e estruturas que as Academias oferecem e materializam.

ABSTRACT. Professional careers in Porto Alegre’s gyms: an analysis of students’ and professionals’ perceptions. Objective: This article looks into how careers in Gyms – according of students’ and professionals’ perceptions about realities and expectations – mobilize or promote contracts with the company or with the person in question. Methods: A qualitative exploratory study was conducted, including 10 professionals/students linked to gyms in the city of Porto Alegre, Brazil, through semi-structured interviews. The content of the interviews was analyzed with an exercise of textual reduction, production of categories and subcategories. Results: The emerging categories were: devaluation and instability of relationships; the presence of interns acting as professionals; professional career paths in academia; self-initiated skills development efforts; working in gyms and developing networks of opportunities. Conclusion: Our conclusion indicates that, while the perception about the importance of self-initiated efforts is noticeable – that is, of situations in which the teachers/students interviewed show some autonomy to decide on their careers – it can be said that such perception ignores the relevance of programs and structures that the Gyms offer and materialize.

Palavras-chave

Percepção; Carreiras profissionais; Academias; Porto Alegre.

Texto completo:

PDF

Referências

CHANLAT, J. F. Quais carreiras e para qual sociedade? Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 35, n. 6, p. 67-75, 1995.

DUTRA, J. S. Administração de Carreiras. São Paulo: Atlas, 1996.

DUTRA, J. S. Gestão de carreiras na empresa contemporânea. São Paulo: Atlas, 2010.

FLICK, U. Uma introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Bookman, 2004.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

OLTRAMARI, A. P. Carreira: Panorama de artigos sobre o tema. In: Encontro Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração, v. 32, 2008. Anais... Rio de Janeiro,:2008. CD ROM.

SCALABRIN, A. C. Carreira Sem Fronteiras e as trajetórias descontínuas: um estudo descritivo sobre decisões de opt-out. 2008. 268f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade de São

Paulo, São Paulo, 2008.

VELOSO, E. F. R.; DUTRA, J. S. Evolução do conceito de carreira e sua aplicação para a organização e para as pessoas. In: DUTRA, J. S. (Org.). Gestão de Carreiras na empresa contemporânea. São Paulo: Atlas, 2010.

VELOSO, E. F. R. Carreira sem fronteiras na gestão pessoal da transição profissional: um estudo com ex-funcionários de uma instituição com características de empresa pública. 2009. 523f. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário
';