Autoconceito, educação física e alunos de 6 a 10 anos: uma revisão sistemática da literatura

Geisan Munique Giovanetti Gomes, Fábio Ricardo Hilgenberg Gomes, Paulo Sérgio Ribeiro

Resumo

Objetivo: Revisar a relação do Autoconceito com a Educação Física em alunos de 6 a 10 anos. Método: A busca dos descritores foi realizada em quatro base de dados (Redalyc, BVS, Scielo e Science Direct), onde foram encontrados na busca de títulos 257 estudos, foram lidos 197 resumos e selecionados 5 artigos para leitura na integra (seguindo os fatores de inclusão e exclusão), estes foram incluídos na revisão com os desfechos necessários para a análise. O período de buscas da publicação dos manuscritos compreendeu de janeiro de 2013 a maio 2018. Resultados: A avaliação da qualidade dos estudos foi realizara através dos checklist STROBE e DOWNS e BLACK. Conclusão: A Educação Física escolar mostrou-se um fator positivo perante o construto do autoconceito em crianças de 6 a 10 anos, porem em relação a está faixa etária a literatura ainda se mostra limitada, necessitando de mais investigações na área.

 

ABSTRACT. Self-concern, physical education and students from 6 to 10 years: a systematic review of the literature. Objective: This study aimed to systematically review the relationship between self-concept and physical education in students aged 6 to 10 years. Method: The search for descriptors was carried out in four databases (Redalyc, BVS, Scielo and Science Direct), where 257 studies were found in the search for titles, 197 abstracts were read and 5 articles were selected for reading comprehensively (following the inclusion factors and exclusion), these were included in the review with the necessary outcomes for the analysis, the period of search of the manuscript publication comprised from January 2013 to May 2018. The quality evaluation of the studies was performed through the checklists STROBE and DOWNS and BLACK. School Physical Education was a positive factor in the construction of self-concept in children from 6 to 10 years of age, but in relation to this age group, literature is still limited, requiring more research in the area.

Palavras-chave

Autoconceito, Educação Física, Crianças.

Texto completo:

PDF

Referências

ABI-EÇAB, A. A função social do esporte na construção identitária dos sujeitos. Serviço Social em Revista, Londrina, v. 19, n. 2, p. 45-62, 2017.

ALCAÑIZ, F. M., BELLO, B. M. Juegos de niñas y juegos de niños: Estudio sobre la representación del juego infantil a través del dibujo. Revista Educación, San Pedro, v. 40, n. 1, p. 1-17, 2016.

BRAUNER, L. M.; VALENTINI, N. C.; SOUZA, M. S. Programa de iniciação esportiva influencia a competência percebida de crianças? Psico-USF, Bragança Paulista, v. 22, n. 3, p. 527-39, 2017.

DOWNS, S. H.; BLACK, N. The feasibility of creating a checklist for the assessment of the methodological quality both of randomised and non-randomised studies of health care interventions. Journal of Epidemiology & Community Health, London, v. 52, p. 377–84, 1998.

FERRAZ, O. L. Educação física escolar: conhecimento e especificidade a questão da pré-escola. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, Supl. 2, p. 16-22, 1996.

GALLAHUE, D. L.; DONNELLY, F. C. Educação física desenvolvimentista para todas as crianças. São Paulo: Phorte, 2008.

GALLAHUE, D. L.; OZMUN, J. C. Compreendendo o desenvolvimento motor: bebês, crianças, adolescentes e adultos. São Paulo: Phorte, 2005.

GASPAROTTO, G. S.; SZEREMETA, T. P., VAGETTI, G. C.; STOLTZ, T.; OLIVEIRA, V. O autoconceito de estudantes de ensino médio e sua relação com desempenho acadêmico: Uma revisão sistemática. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 31, n. 1, p. 21-37, 2018.

SERASSUELO JUNIOR, H.; BACARIN, D. S.; RONQUE, E. R. V.; OLIVEIRA, S. R. S.; SIMÕES, A. C. A percepção do autoconceito e sua influência no desempenho motor em crianças e adolescentes. Revista de Educação Física, Maringá, v. 23, n. 1, p. 15-23, 2012.

KLAPP, A. Does academic and social self concept and motivation explain the effect of grading on students’ achievement? European Journal of Psychology of Education, New York, v. 33, n. 2, p. 355-76, 2017.

MALTA, M.; CARDOSO, L. O.; BASTOS, F. I.; MAGNANINI, M. M. F.; SILVA, C. M. F. P. Iniciativa STROBE: subsídios para a comunicação de estudos observacionais. Revista de Saúde Pública, São Paulo, v. 44, n. 3, p. 559-65, 2010.

NOBRE, G. C.; VALENTINIB, N. C.; NOBREA, F. S. S. fundamental motor skills, nutritional status, perceived competence, and school performance of brazilian children in social vulnerability: gender comparison. Child Abuse & Neglect, Amsterdam, v. 80, p. 345, 2018.

SÁ, A. M. S. Motivação e aprendizagem: a influência familiar na vida escolar dos alunos da E. M. Raimundo Nonato Bogéa Ribeiro. Inter Espaço, Grajaú, v. 3, n. 11 p. 149-67, 2017.

SAMPAIO, R. F.; MANCINI, M. C. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Revista Brasileira de Fisioterapia, São Carlos, v. 11, n. 1, p. 83-9, 2007.

SOUZA, M. S.; SPESSATO, B. C.; VALENTINI, N. C. Percepção de competência motora e índice de massa corporal influenciam os níveis de atividade física? Revista Brasileira de Ciência e Movimento, Brasília, v. 22, n. 2, p. 78-86, 2014.

SUEHIRO, A. C. B. Avaliação do Autoconceito no Contexto Escolar: Análise das Publicações em Periódicos Brasileiros. Psicologia Ciência e Profissão, Brasília, v. 29 n. 1, p. 18-29, 2009.

TAGARRO, M.; VEIGA, F. H. Estudo da criatividade e do autoconceito em estudantes do ensino superior: Um projeto de investigação. In: II Seminário Internacional “Contributos da Psicologia em Contextos Educativos”. Anais... Braga: Universidade do Minho, 2012.

TUBIĆ, T.; ĐORĐIĆ, V. Exercise effects on mental health of preschool children. Anales de Psicología, Murcia, v. 29, n. 1, p. 249-56, 2013.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Incluir comentário
';