PARTICULARIDADES DA “QUESTÃO SOCIAL” NO BRASIL: Elementos para o debate

Josiane Soares Santos

Resumo


O presente texto tem o objetivo de apresentar alguns elementos para o debate das particularidades da “questão social” no Brasil. Sua necessidade advém da compreensão de que é preciso adensar o debate conceitual sobre a “questão social” saturando-o de mediações referentes às formações sociais específicas. A partir da análise do desemprego, como uma de suas expressões, busco identificar as modalidades de exploração da força de trabalho dominantes na constituição do capitalismo brasileiro. Ao considerá-las de modo central uma das principais conclusões extraídas do texto é de que a flexibilidade e precariedade das ocupações no mercado de trabalho brasileiro são marcas históricas da “questão social”; isso significa dizer que não se pode tributá-las ao atual padrão de acumulação flexível, advindo com a crise capitalista contemporânea. As conclusões apresentadas foram resultantes da pesquisa teórica realizada para elaboração da minha tese de doutoramento.

Palavras-chave


Mercado de trabalho; Formação social; Desemprego.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais