O Brasil como potência regional e a importância estratégica da América do Sul na sua política exterior

Autores

  • Luiz Alberto Moniz Bandeira

DOI:

https://doi.org/10.48075/rtm.v7i14.2477

Palavras-chave:

América do Sul. Relações internacionais. Integração. Mercosul, UNASUL

Resumo

O artigo aborda a história da política externa brasileira em relação a América do
Sul durante o século XX, bem como da diplomacia brasileira relacionada aos interesses dos
Estados Unidos no Continente. O governo brasileiro considerou a América do Sul como um
conceito geopolítico e sua principal referência para a formação de uma integração econômica,
como caracterizam as relações com a Argentina, a criação do Mercosul e a cláusula
democrática que orienta sua diplomacia nos casos de instabilidades de governos, como ocorreu
no Paraguai, em 1996, e na Venezuela, em 2001. A política exterior do Brasil esteve orientada
para a ampliação do Mercosul e em detrimento da ALCA, conforme vem sendo idealizado pelo
projeto da União de Nações Sul-americanas (UNASUL).

Downloads

Publicado

03-11-2009

Como Citar

BANDEIRA, L. A. M. O Brasil como potência regional e a importância estratégica da América do Sul na sua política exterior. Temas & Matizes, [S. l.], v. 7, n. 14, p. p. 9–32, 2009. DOI: 10.48075/rtm.v7i14.2477. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/temasematizes/article/view/2477. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Dossiê: Mercosul: Lutas Populares e Projetos Sociais