O preconceito na educação física escolar: percepção de professores da rede pública de município do sul do Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36453/cefe.2021.n3.27420

Palavras-chave:

Preconceito, Educação Física, Escola.

Resumo


INTRODUÇÃO: O presente trabalho versa sobre as manifestações de preconceito identificadas por professores de Educação Física, da rede pública de ensino de um município do sul do Brasil, e as consequências de tais manifestações no andamento de suas aulas. OBJETIVO: Buscou-se identificar os tipos de preconceitos observados nas aulas de Educação Física e as consequências para: o aluno agressor, o aluno que sofre o preconceito e a turma na qual estão inseridos. MÉTODOS: Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa, de caráter descritivo, em que a coleta de dados se deu por meio de entrevista. Para a análise dos dados utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. Foram entrevistados 27 professores de Educação Física, sendo 11 homens e 16 mulheres. RESULTADOS: Os resultados apontaram que os tipos de preconceitos mais frequentemente identificados pelos professores nas aulas de Educação Física são étnico-racial, de diferenças corporais e aqueles relativos à classe social. Os dados demonstraram que o preconceito fomenta a agressividade; além de causar traumas, diminuição da autoestima e redução na participação das atividades propostas a quem sofre a agressão. CONCLUSÃO: Ficou evidenciada a carência de ações mais efetivas relacionadas à redução das manifestações de preconceito dentro do ambiente escolar. ABSTRACT. Prejudice in physical education classes: perception of public-school teachers of a city in the south of Brazil.BACKGROUND: The present work deals with the manifestations of prejudice identified by physical education teachers from primary public school system in a city of the south of Brazil, and the consequences of such manifestations in the course of their classes. OBJECTIVE: It sought to identify the types of prejudices observed in physical education classes and the consequences for: the aggressor student, the student who suffers from prejudice and the group of the class in which they are inserted. METHODS: It is a descriptive study with a qualitative approach, in which the data collection took place through an interview. For data analysis, the content analysis technique was used. 27 physical education teachers were interviewed, 11 men and 16 women. RESULTS: The results showed that the types of prejudice most frequently identified by teachers in Physical Education classes are ethnic-racial, of bodily differences and those related to social class. The data showed that prejudice encourages aggression, in addition to causing trauma, decreased self-esteem and reduces the participation in the proposed activities to those who suffer aggression. CONCLUSION: It was evident the lack of more effective actions related to the reduction of the manifestations of prejudice within the school environment.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maiara Scheila Freitas Santos, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

http://lattes.cnpq.br/9717846291388894

Fabiana Celente Montiel, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul)

http://lattes.cnpq.br/7208001902484898

Felipe Fernando Guimarães da Silva, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

http://lattes.cnpq.br/4287612275478078

José Antônio Bicca Ribeiro, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

http://lattes.cnpq.br/4219629286524921

Mariângela da Rosa Afonso, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

http://lattes.cnpq.br/5202830028335096

Fernanda de Souza Teixeira, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

http://lattes.cnpq.br/0606990595602209

Referências

ALMEIDA, S. Racismo estrutural. São Paulo: Pólen Produção Editorial, 2019.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BOZI, L. H. M.; MIRANDA, D. C. J; MELO, A. J. M.; ESPERANÇA, R. A. A. Educação Física escolar: principais formas de preconceito. Lecturas Educación Física y Deportes, Revista Digital, Buenos Aires, v. 12, n. 117, p. 1-4, 2008. Disponível em: https://www.efdeportes.com/efd117/educacao-fisica-escolar-principais-formas-de-preconceito.htm. Acessado em: 21 de julho de 2021.

CARRARA, S. Educação, diferença, diversidade e desigualdade. In: BARRETO, A.; ARAÚJO, L.; PEREIRA, M. E. (Orgs.). Gênero e diversidade na escola: formação de professoras/es em gênero, orientação sexual e relações étnico-raciais. Rio de Janeiro: CEPESC; Brasília: SPM, 2009. p. 13-5.

CASTRO, M. G.; ABRAMOVAY, M. Relações raciais na escola: reprodução da desigualdade em nome da igualdade. Brasília: UNESCO, INEP, Observatório de Violências nas Escolas, 2006. Disponível em: https://files.ufgd.edu.br/arquivos/arquivos/78/NEAB/Relacoes%20raciais%20na%20escola%20reproducao%20de%20desigualdades%20em%20nome%20da%20igualdade%20-%20racismo-%20xenofobia.pdf. Acessado em: 21 de julho de 2021.

CORDEIRO, A. F. M.; BURNGENS, J. F. Preconceitos na escola: sentidos e significados atribuídos pelos adolescentes no ensino médio. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, Maringá, v. 16, n. 1, p. 45-54, 2012.

CRUZ, M. M. S.; PALMEIRA, F. C. C. Construção de identidade de gênero na educação física escolar. Motriz, Rio Claro, v. 15, n. 1, p. 116-31, 2009.

DUARTE, D. S.; ARISTIDES, A. R. A.; MÜLLER, A. L.; NASCIMENTO, D. E. Homofobia nas aulas de educação física: reflexões sobre os processos educativos. Biomotriz, Cruz Alta, v. 12, n. 2, p. 102-11, 2018.

FABRI, E. I. J; FERREIRA, L. A. Reflexões sobre preconceito e exclusão nas práticas corporais: narrativas de participantes de um projeto social. Revista Eletrônica de Educação, São Carlos, v. 14, p. 1-7, 2020.

FERREIRA, A. B. H. O minidicionário da língua portuguesa - Século XXI. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

FREIRE, P. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: UNESP, 2000.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HELLER, A. O cotidiano e a história. 3. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

KRUG, H. N. Considerações iniciais a respeito do preconceito na escola... e na educação física escolar. Blog Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Física da UFSM, Santa Maria, 09 jul. 2012. Disponível em: http://gepefufsm.blogspot.com/2012/07/o-preconceito-na-escola-e-na-educacao.html. Acessado em: 23 de abril de 2021.

LÔBO, C. R.; SANTOS, C. S. Visão geral dos alunos do ensino fundamental sobre preconceitos envolvendo sobrepeso/obesidade durante as aulas de Educação Física em uma escola pública de Formosa-Goiás. Educação Física em Revista, Brasília, v. 9, n. 2, p. 86-103, 2015.

LOPES NETO, A. A. Bullying: comportamento agressivo entre estudantes. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro, v. 81, n. 5, p. 164-72, 2005.

LOPES, V. N. Racismo, preconceito e discriminação. In: MUNANGA, K. (Org.). Superando o racismo na escola. 2. ed. Brasília – DF. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005. p. 185-204. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/racismo_escola.pdf. Acessado em: 21 de julho de 2020.

MARQUES, E. P. S; ALMEIDA, F. A.; SILVA, W. S. A percepção do preconceito e da discriminação racial no ambiente escolar. Interfaces da Educação, Paranaíba, v. 5, n. 14, p. 47-67, 2014.

MARTINS, L. T.; VENDITTI JUNIOR, R.; TERTULIANO, I. W.; BRUM, A. N.; LIMA, M. E.; ROCHA, T. C. A. Inclusão de pessoas com deficiência na educação física escolar: um desafio possível ou utopia? Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 17, n. 2, p. 185-92, 2019.

NASCIMENTO, A. E. J. Educação e preconceito racial no Brasil: discriminação no ambiente escolar. In: V Encontro de Pesquisa em Educação de Alagoas: Desenvolvimento, Ética e Responsabilidade Social, 2010, Maceió - Al. Anais... Maceió: UFAL, 2010. Disponível em: https://docplayer.com.br/1043966-Educacao-e-preconceito-racial-no-brasil-discriminacao-no-ambiente-escolar.html. Acesso em: 23 de abril de 2021.

OLIVEIRA, J. R. Educação e Racismo: Conhecendo as contradições do passado para construir a escola do futuro. In: VIII Congresso Nacional de Educação e III Congresso Ibero-Americano Sobre Violências na Escola, 2008, Paraná. Anais... Paraná: VIII EDUCERE, 2008. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2008/1363_952.pdf. Acessado em: 21 de julho de 2021.

OLIVEIRA, R. C.; DAOLIO, J. Educação Física, cultura e escola: da diferença como desigualdade à alteridade como possibilidade. Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 1, p. 149-67, 2010.

OLIVEIRA, X. F.; GODOI, M. R.; SANTOS, L. N. A opinião dos professores de educação física do ensino médio sobre a homossexualidade e a homofobia na escola. Pensar a Prática, Goiânia, v. 17, n. 4, p. 1-13, 2014.

OLIVEIRA. I. Desigualdades raciais: construções da infância e da juventude. Niterói: Intertexto, 1999.

PICCOLO, G. M. Caminhos da exclusão: análise do preconceito em sua manifestação nos jogos infantis. Movimento, Porto Alegre, v. 16, n. 1, p. 191-207, 2010.

RIOS, T. A. Ética e competência. 4. ed. São Paulo: Cortez, 1995.

SAES, D. Escola pública e classes sociais no Brasil atual. Linhas Críticas, Brasília, v. 14, n. 27, p. 165-76, 2008.

SANTANA, V. C.; BENEVENTO, C. T. O conceito de gênero e suas representações sociais. Lecturas: Educación Física y Deportes, Revista Digital, Buenos Aires, v. 17, n. 176, 2013. Disponível em: http://www.efdeportes.com/efd176/o-conceito-de-genero-e-suas-representacoes-sociais.htm. Acessado em: 04 de março de 2016.

SCHUCMAN, L. V. Racismo e antirracismo: a categoria raça em questão. Psicologia Política, São Paulo, v. 10, n. 19, p. 41-55, 2010.

SILVA, L. M. O estranhamento causado pela deficiência: preconceito e experiência. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 11, n. 33, p. 424-34, 2006.

VENTURINI, G. R. O; GUERRA, V. H.; RODRIGUES, B. M.; MATOS, D. G; ZANELLA, A. L.; PACE JÚNIOR, R. L; MAZINI FILHO, M. L. Gênero e Educação Física Escolar. Lecturas: Educación Física y Deportes, Revista Digital, Buenos Aires, v. 15, n. 147, 2010. Disponível em: https://www.efdeportes.com/efd147/genero-e-educacao-fisica-escolar.htm. Acessado em: 21 de julho.

Downloads

Publicado

01-09-2021

Como Citar

SANTOS, M. S. F.; MONTIEL, F. C.; SILVA, F. F. G. da; RIBEIRO, J. A. B.; AFONSO, M. da R.; TEIXEIRA, F. de S. O preconceito na educação física escolar: percepção de professores da rede pública de município do sul do Brasil. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 19, n. 3, p. 1–7, 2021. DOI: 10.36453/cefe.2021.n3.27420. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/27420. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Educação Física Escolar: desafios e possibilidades na atualidade

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)