Formação inicial e a educação física escolar: a contribuição do PET/ESEF na mediação deste processo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36453/cefe.2021.n3.27463

Palavras-chave:

Educação Física, Formação continuada, Universidade

Resumo


OBJETIVO: Apresentar um resgate das estratégias de aproximação com a rede de educação básica, desenvolvidas pelo Programa de Educação Tutorial da Educação Física (PET/ESEF), objetivando sinalizar sua contribuição na formação docente para atuação no campo da Educação Física escolar, destacando a trajetória de atuação profissional dos egressos. 
MÉTODOS: A pesquisa qualitativa foi realizada com dois eixos de coleta dos dados. Em um eixo foi realizada busca documental de relatórios, atas e mídias sociais referentes a 30 anos de história do PET/ESEF. Já no segundo eixo, o processo de coleta dos dados, realizado no ano de 2020, envolveu a identificação dos egressos a partir de informações disponibilizadas na Plataforma Lattes e mídias sociais, com foco na sua área de atuação e formação. Os dados coletados foram analisados de forma descritiva visando a constituição das duas categorias de análise: a) Descrição das ações e estratégias voltadas para a docência e; b) Percursos profissionais e de atuação docente. 
RESULTADOS: As ações apresentaram diferentes propostas de intervenção e vivências na escola, considerando as possibilidades da cultura corporal e a área da Educação Física. Os egressos tiveram contato com escolares de diferentes faixas etárias, devido às dinâmicas organizadas ao longo das ações, o que pode ter contribuído para seu crescimento profissional. Além disso, no decorrer da análise do percurso profissional dos egressos, identificamos que a grande maioria realizou cursos de pós-graduação, sendo esta entendida também como incentivo do programa. 
CONCLUSÃO: O PET/ESEF dentro das diretrizes propostas pelo programa contribui para a formação diferenciada dos membros que o compuseram. Uma parcela importante tem atuação na rede de educação básica, outros, atuam ou atuaram como docentes do ensino superior, e ainda, tem privilegiado o espaço da pós-graduação para seu aprimoramento humano e profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Deborah Kazimoto Alves, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Acadêmica do curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal de Pelotas (ESEF/UFPel), Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET/ESEF).

Larissa Frank Hartwig, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Acadêmica do curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal de Pelotas (ESEF/UFPel), Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET/ESEF).

Clara Zillig Echenique, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Acadêmica do curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal de Pelotas (ESEF/UFPel), Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET/ESEF).

Mariângela da Rosa Afonso, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Docente da Escola Superior de Educação Física (ESEF/UFPel), Departamento de Ginástica e Saúde, Tutora do PET/ESEF.

José Antonio Bicca Ribeiro, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Doutor em Educação Física pela Universidade Federa de Pelotas (ESEF/UFPel)

Referências

AFONSO, M. R.; ALVES, D. K.; CAVALLI, L. S.; TAVARES, F. W.; BOZZETTI, J. R.; MALLUE, F. G. O PET educação física e suas interfaces com a comunidade em tempos de pandemia. In: MICHELON, F. F.;

BANDEIRA, A. da R.; LIMA, P. G.; ZIMMERMANN, L. S. D. (Org.). Conexões para um tempo suspenso: extensão universitária na pandemia. Pelotas: UFPEL, 2020. p. 209-26.

ALVES, D. K.; ECHENIQUE, C. Z.; LIMA, M. J. P. F. AFONSO, M. R. Influência do PET ESEF UFPEL no processo de formação continuada. In.: VI Semana Integrada de Ensino, Pesquisa e extensão. XXIX Congresso de Iniciação Científica. 2020. Anais... Pelotas, UFPel., 2020. Disponível em: https://cti.ufpel.edu.br/siepe/arquivos/2020/CH_03634.pdf. Acessado em: 18 de maio de 2021.

ALVES, G. L. O trabalho didático na escola moderna: formas históricas. Campinas: Autores Associados, 2005.

ANVERSA, A. L. B.; SOUZA, V. F. M.; BOTH, J.; OLIVEIRA, A. A. B. Contributions perceived by students about the curriculum stage in the constitution of professional identity. Journal of Physical Education, Maringá, v. 31, e3162, 2020.

AQUINO, E. M. L.; DEMAIS AUTORES. Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, p. 2423-46, 2020.

BARROS, I.; PACHECO, A. R.; BATISTA, P. A experiência de estágio: o impacto e as primeiras vivências do estudante estagiário de educação física. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 99, n. 253, p. 605-32, 2018.

BISCONSINI, C. R.; SILVA JUNIOR, A. P.; OLIVEIRA, A. A. B. Ações pedagógicas ligadas à escola na formação inicial de licenciatura em educação física. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 17, n. 1, p. 87-96, 2019.

BRASIL. Plataforma Lattes. 2021b. Disponível em: http://lattes.cnpq.br/. Acessado em: 9 de março de 2021.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Superior. Manual de Orientações Básicas. Programa de Educação Tutorial. Brasília, 2006. Programa de Educação Tutorial. Brasília, 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/pet. Acessado em: 31 de maio de 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Apresentação PET. 2021a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/pet. Acessado em: 9 de março de 2021.

CASTRO, D. B.; ARRUDA, J. D.; AFONSO, M. R. O Programa de Educação Tutorial ESEF UFPEL: influência no ingresso na pós-graduação. V Semana Integrada de Ensino, Pesquisa e extensão. In: V Congresso de Ensino de Graduação, 2019. Anais... Pelotas. UFPel, 2021. Disponível em: https://cti.ufpel.edu.br/siepe/arquivos/2019/CS_04989.pdf. Acessado em 9 de março de 2021.

DINIZ-PEREIRA, J. E. A construção do campo da pesquisa sobre formação de professores. Revista da FAEEBA, Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 40, p. 145-54, 2019.

DUBAR, C. A socialização. Construção das identidades sociais e profissionais. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

FARIAS, G. O.; SHIGUNOV, V.; NASCIMENTO, J. V. Formação e desenvolvimento profissional dos professores de educação física. In: SHIGUNOV, V.; SHIGUNOV NETO, A. (Org.). A formação profissional e a prática pedagógica: ênfase nos professores de educação física. Londrina: Midiograf, 2001. p. 19-53.

FIGUEIREDO, Z. C. C. Formação docente em educação física: experiências sociais e relação com o saber. Movimento, Porto Alegre, v. 10, n. 10, p. 89-111, 2004.

FOLLE, A.; DO NASCIMENTO, J. V. Estudos sobre desenvolvimento profissional: da escolha à ruptura da carreira docente. Journal of Physical Education, Maringá, v. 19, n. 4, p. 605-18, 2008.

FOLLE, A.; NASCIMENTO, J. V. Trajetória docente em educação física: percursos formativos e profissionais. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v. 24, n. 4, p. 507-23, 2010.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. Rio de Janeiro: Atlas, 2017.

GONÇALVES, L. R.; PASSOS, S. R. M. M. D. Processo de desenvolvimento profissional do professor - educação continuada. Paradoxa, Niterói, v. 10, n. 17, p. 45-56, 2004.

ILHA, F. R. S.; AFONSO, M. R.; SILVA, P. R. L.; SANTOS, L. L.; MONTIEL, F. C. Interfaces entre pesquisa e extensão: uma proposta de ressignificação da formação em educação física escolar. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 17, n. 1, p. 273-80, 2019.

IMBERNÓN, F. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed Editora, 2010.

KAVRAYICI, C. Evaluation of the factors affecting teacher identity development of pre-service teachers: A mixed method study. Eurasian Journal of Educational Research, Watford, n. 89, p. 93-110, 2020.

LÜDKE, M. A pesquisa e o professor da escola básica: que pesquisa, que professor. AUTORES (Org.). Ensinar e aprender: sujeitos, saberes e pesquisa. Rio de Janeiro: DP&A, 2000. p. 101-14.

MATOS, T. S.; NISTA-PICCOLO, V. L.; BORGES, M. C. Formação de professores de Educação Física: identidade. Conhecimento & Diversidade, Niterói, v. 8, n. 15, p. 47-59, 2016.

NÓVOA, A. Profissão professor. 2. ed. Porto: Porto Editora, 1999.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In. AUTOR, N (Org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. v. 4. São Paulo: Cortez, 1999. p. 15-32.

PIMENTA, S. G. O estágio na formação de professores: unidade entre teoria e prática. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 94, p. 58-73, 1995.

PIRES, V.; NASCIMENTO, J. V. N.; FARIAS, G.; SUZUKI, C. C. M. Identidade docente e educação física: um estudo de revisão sistemática. Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 30, n. 1, p. 35-60, 2017.

RIGO, L. C.; QUINTAN A, J. C.; CRUZ, P. P.; HARTWING, C. P.; SILVA, S. G. Conhecimento, formação e memórias discentes: um estudo a partir do PET/ESEF. Movimento, Porto Alegre, v. 14, n. 3, p. 71-85, 2008.

RODRIGUES, F. A.; MOGARRO, M. J. Imagens de identidade profissional de futuros professores. Revista Brasileira de Educação, Campinas, v. 25, e250004, 2020.

ROSSI, F.; HUNGER, D. Identidade docente e formação continuada: um estudo à luz das teorias de Zygmunt Bauman e Claude Dubar. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 101, n. 258, p. 313-36, 2020.

SAMPAIO A. A. S.; BAEZ, M. A. C.; STOBAUS, C. D.; OLIVEIRA, J. R. G. Realização e desenvolvimento pessoal e profissional em estudantes de educação física. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 17, n. 1, p. 53-60, 2019.

SARTI, F. M. Parceria intergeracional e formação docente. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 25, n. 2, p. 133-52, 2009.

SHIGUNOV NETO, A.; MACIEL, L. S. B. Refletindo sobre o passado, o presente e as propostas futuras na formação de professores. Revista Internacional de Formação de Professores, Itapetininga, v. 1, n. 2, p. 172-86, 2016.

SOARES, F. F.; DUPLAT, C. B.; FERREIRA, L. P. L.; RÉGIS, M. R. S.; REIS, S. R. A.; MATOS, M. S. Impacto do Programa de Educação Tutorial da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal da Bahia na formação profissional dos seus ex-bolsistas. Revista Pós-Graduação, São Paulo, v. 17, n. 3, p. 143-50, 2010.

UFPEL. Universidade Federal de Pelotas. Programa de Educação Tutorial. Pelotas - PET. Disponível em: https://wp.ufpel.edu.br/cec/pet/. Acessado em: 3 de junho de 2020.

UFPEL. Universidade Federal de Pelotas. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Educação Física. Disponível em: https://wp.ufpel.edu.br/esef/files/2013/07/PPC-Licenciatura-DIURNO_Atual.pdf. Acessado em: 3 de junho de 2020.

ZEICHNER, K. Repensando as conexões entre a formação na universidade e as experiências de campo na formação de professores em faculdades e universidades. Educação, Santa Maria, v. 35, n. 3, p. 479-504, 2010.

Downloads

Publicado

01.09.2021

Como Citar

ALVES, D. K.; HARTWIG, L. F.; ECHENIQUE, C. Z.; AFONSO, M. da R.; RIBEIRO, J. A. B. Formação inicial e a educação física escolar: a contribuição do PET/ESEF na mediação deste processo. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 19, n. 3, p. 35–42, 2021. DOI: 10.36453/cefe.2021.n3.27463. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/27463. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Educação Física Escolar: desafios e possibilidades na atualidade