Educação física escolar: desafios e possibilidades na atualidade

Autores

  • Arestides Pereira da Silva Júnior Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Marechal Cândido Rondon https://orcid.org/0000-0003-0647-1930
  • Vânia de Fátima Matias de Souza Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá

DOI:

https://doi.org/10.36453/cefe.2021.n3.28632

Palavras-chave:

Educação Física escolar; produção do conhecimento;

Resumo


Nesse último meio século, a educação física escolar apresentou grandes transformações que repercutiram em vários avanços e maior notoriedade para a área. No entanto, mesmo reconhecendo a sua importância, verifica-se que, em alguns momentos e situações, a disciplina ainda é estigmatizada de forma “inferiorizada” na comparação com outros componentes curriculares, sobretudo quando visualizada de maneira “simplista” e/ou “secundária”, associada ao jogo e recreação ou à “prática pela prática”, o que dificulta a sua legitimidade pedagógica.

À vista disso, ações e iniciativas vem sendo realizadas recorrentemente para fortalecer a educação física na escola, de forma a apresentar as possibilidades para a superação dos desafios da área, levando em consideração o conhecimento do passado, para o entendimento do presente e a projeção de perspectivas para o futuro.

Nesse direcionamento, a produção científica no campo da educação física escolar vem crescendo consideravelmente nos últimos anos e possibilitando a sinalização de novas propostas metodológicas e didáticas, de forma a oferecer alternativas que possam fortalecer e enriquecer a prática pedagógica dos professores que atuam no “chão da escola”.

Além disso, também é importante destacar que o século XXI tem sido evidenciado como sendo um momento de constante (re)aprender e (re)adaptar da sociedade mundial, tendo como auge a Pandemia Covid-19 nos anos de 2020 e 2021, instaurando uma das maiores crises sanitárias, com reflexos na economia e na organização sócio-política do mundo neste século. Esse período turbulento para a sociedade, educação e educação física moveu-nos para a necessidade de repensar das estratégias, dos saberes e dos conhecimentos que deveriam ser pautados nesse modelo posto, tanto na educação básica quanto para a formação de professores.

Considerando o exposto e compreendendo a necessidade de refletirmos de forma coletiva essa conjuntura atual e com impactos diretos na ação cotidiana dos professores de educação física, o grupo de pesquisadores da área entendeu como necessário um espaço para publicizar, dialogar e apresentar reflexões sobre a educação física escolar. Assim o Grupo de Extensão e Pesquisa em Educação Física Escolar (GEPEFE) da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE) e o Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação, Educação Física Escolar e Políticas Educacionais (GEEFE) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) se uniram para a construção desse dossiê temático denominado “Educação Física Escolar: desafios e possibilidades na atualidade".

Para nossa alegria e satisfação, o dossiê teve grande interesse e contribuição dos grupos e pesquisadores da educação física escolar de todo o Brasil e até mesmo a colaboração de professores vinculados com a Universidade de Coimbra – Portugal. Ao total, o dossiê teve 32 artigos aprovados, escritos por 112 autores, contemplando 11 estados de todas as regiões do Brasil e com o envolvimento de 34 instituições de ensino superior.

Os artigos possibilitaram a discussão de uma diversidade de temas emergentes na educação física escolar e que poderão desencadear ricas possibilidades de atuação pedagógica. Os principais temas abordados nos artigos que compuseram esse dossiê são os seguintes: questões raciais, gênero, inclusão, deficiência, preconceito, bullying, corpo, cultura corporal, motivação, bem-estar docente, formação inicial e continuada, condições de trabalho de professores, programas de formação (Pibid e Residência Pedagógica), Base Nacional Comum Curricular, práticas pedagógicas (planejamento, intervenção e avaliação), unidades temáticas (brincadeiras e jogos, esportes, ginásticas, danças, lutas e práticas corporais de aventura), temas transversais, etapas da educação básica (educação infantil, ensino fundamental – anos iniciais e finais - e ensino médio), educação de jovens e adultos, desafios da pandemia, ensino remoto e produção científica na educação física escolar.

Não poderíamos deixar de mencionar o importante papel voluntário da colaboração de um grande quantitativo de avaliadores (revisores) Ad Hoc, que por meio de uma política de revisão duplo-cego por pares do Caderno de Educação Física e Esporte da Unioeste, contribuíram com a avaliação e elaboração de pareceres minuciosos para a qualificação e enriquecimento dos artigos. Aos avaliadores desse dossiê, o nosso muito obrigado!

Por fim, convidamos à todos para que desfrutem de agradáveis leituras dos artigos desse dossiê para conhecer os desafios atuais e as possibilidades de superação na educação física escolar. Boa leitura!

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arestides Pereira da Silva Júnior, Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Marechal Cândido Rondon

Possui graduação em Educação Física (Licenciatura e Bacharelado), pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2003); Especialização em Atividade Física direcionada à Promoção da Saúde, pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2004); Mestrado em Educação Física, pela Universidade São Judas Tadeu (2007) e doutorado em Educação Física no Programa de Pós-graduação Associado UEM/UEL (2016). É professor efetivo da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, coordenador do curso de Educação Física - Licenciatura, Campus Marechal Cândido Rondon. Atualmente, os seus estudos são voltados: Formação Profissional em Educação Física; Educação Física Escolar; e Políticas Públicas de Esporte.

Referências

.

Downloads

Publicado

23.12.2021

Como Citar

SILVA JÚNIOR, A. P. da; SOUZA, V. de F. M. de. Educação física escolar: desafios e possibilidades na atualidade. Caderno de Educação Física e Esporte, Marechal Cândido Rondon, v. 19, n. 3, p. 9–10, 2021. DOI: 10.36453/cefe.2021.n3.28632. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/cadernoedfisica/article/view/28632. Acesso em: 24 maio. 2022.

Edição

Seção

Apresentação do Dossiê