Hipoclorito de sódio como fungicida e na absorção de zinco e cobre pela soja

Autores

  • A. Resende
  • J. R. de Souza
  • P. I. de Souza
  • W. Corrêa

DOI:

https://doi.org/10.18188/sap.v9i3.5264

Palavras-chave:

Glycine Max., sanitizante, oídio, controle fitossanitário

Resumo


O objetivo da pesquisa foi verificar a ação do hipoclorito de sódio (NaOCl) como fungicida no combate  ao oídio  (Erysiphe diffusa  (Cook & Peck))  na soja, quando aplicado só ou associado ao uso de  fungicidas (triazol e tebuconozol) e a possível influência na absorção de  zinco e cobre pela soja. Foram realizadas oito aplicações de NaOCl em três parcelas que receberam apenas o sanitizante, com concentrações de 0,2%, 0,4% e 0,6%, três parcelas que receberam essas mesmas concentrações e outras duas aplicações de fungicida, uma parcela que recebeu apenas fungicida e uma parcela controle. Não foram observadas diferenças significativas no controle do fungo quando comparados os tratamentos com NaOCl, com e sem fungicida. Não houve redução quantitativa nas concentrações de zinco e cobre o que sugere continuidade nos valores nutricionais da soja em relação a esses minerais.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

RESENDE, A.; SOUZA, J. R. de; SOUZA, P. I. de; CORRÊA, W. Hipoclorito de sódio como fungicida e na absorção de zinco e cobre pela soja. Scientia Agraria Paranaensis, [S. l.], v. 9, n. 3, 2000. DOI: 10.18188/sap.v9i3.5264. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/5264. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos Científicos