Contribuições do teatro: novas leituras presentes no Currículo do Ensino Médio

Autores

  • Daiene Souza Costa SEED-PR
  • Sandra Aparecida Pires Franco Universidade Estadual de Londrina

Palavras-chave:

Leitura. Teatro. Conhecimento.

Resumo


Pretendeu-se neste artigo analisar as contribuições do teatro na sala de aula para a construção do conhecimento presentes no currículo do Ensino Médio, uma vez que tal manifestação artística possibilita novas leituras de mundo. Para o desenvolvimento, foram selecionados relatos que permearam as práticas educativas com a temática nos últimos cinco anos. Para realização desse trabalho, fez-se necessário levantarmos a seguinte questão: O teatro na escola integra as diferentes áreas do conhecimento e possibilita uma integração com as disciplinas do currículo? O público alvo foram alunos do Colégio de Aplicação da Universidade Estadual de Londrina - Paraná. A análise pretendeu aprofundar os conhecimentos científicos utilizando a literatura  em narrativa ou épica, lírica ou dramática para identificar os aspectos mais significativos do teatro na escola. A importância desse estudo reside justamente no fato de que o teatro é uma linguagem que mostra o que há de mais natural no homem; por meio da qual é possível verificar, até mesmo, que o homem pré-histórico e o pós-moderno não estão distantes um do outro. Para explorar a temática, utilizamos como referencial teórico os seguintes autores: (Arcoverde, 2008), (Ostrower, 1983), (Fontoura, Santos, Codevila, 2016), (Cavassin, 2008), (Vigotsky, 1998 e 2005), (Cartaxo, 2001), entre outros que subsidiaram a respectiva pesquisa. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, com base empírica. Entre outros resultados identificou-se que o teatro contribui para a leitura de vários textos e contextos, presentes no currículo do Ensino Médio.

Biografia do Autor

Daiene Souza Costa, SEED-PR

Professora de Educação Física QPM da SEED-PR

Mestre em Educação - UEL

Sandra Aparecida Pires Franco, Universidade Estadual de Londrina

Professora Adjunta do Departamento de Educação da Universidade Estadual de Londrina - UEL, na área de Didática e professora do Programa de Pós-Graduação - Mestrado em Educação – UEL. Londrina/PR. s

Referências

ARCOVERDE, Silmara L. M. A importância do teatro na formação da criança. In: EDUCERE. VIII Congresso Nacional de Educação. Curitiba. Anais: formação de professores. Ed. Champagnat, p. 600-609, 2008 Disponível em: http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2008/anais/pdf/629_639.pdf. Acesso em 06 de setembro 2016.

ANDRADE, Andreia Fernandes de. Práticas teatrais no Ensino Médio: dez anos de

Oficinas de Teatro no Colégio Manoel Novaes. 2006, 144p. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) - Universidade Federal da Bahia, Escola de Dança e Teatro, Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, Salvador.

BARROCO, Sonia Maria Shima; SUPERTI, Tatiane. Vigotski e o estudo da psicologia da arte: contribuições para o desenvolvimento humano. Psicologia & Sociedade, Maringá, v. 26, n.1.p. 22-31, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/psoc/v26n1/04.pdf. Acesso em 28 de junho 2015

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: arte / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, 1997.130p. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro06.pdf. Acesso em 20 de maio 2014

tsky

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa / ensino médio, Brasília, 2000. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/14_24.pdf. Acesso em 29 de junho 2014

CARTAXO, Carlos. O ensino das artes cênicas na escola fundamental e média. 1.ed. João Pessoa: Editora da UFPB, 2001.

CAVASSIN, Juliana. Perspectivas para o teatro na educação como conhecimento e prática pedagógica. Revista Científica. /FAP, Curitiba, v.3, n.3. p.39-52, jan. /dez. 2008.

COURTNEY, Richard. Jogo, teatro & pensamento. 2. Ed. São Paulo: Editora Perspectiva, 2003.

FONTOURA, Mirieli da S.; SANTOS, Bruna de C. P. dos; CODEVILA, Daniele M. Da leitura e dramatização para reflexões sobre o meio ambiente e o espaço geográfico. In: II FÓRUM INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO, de 27 a 30 abril de 2016. Universidade de Santa Cruz do Sul. RS. Anais: escola e professor (a): identidade em risco? RS, 2016. Disponível em: http://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/sepedu/article/view/14970. Acesso em 12 de agosto 2016

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GODOY, Arilda Shmidt. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades: Uma revisão histórica dos principais autores e obras que refletem esta metodologia de pesquisa em Ciências Sociais. Revista de Administração de Empresas São Paulo, v.35, n.2, p. 57-63, mar./abr. 1995. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rae/v35n2/a08v35n2.pdf. Acesso em 20 de junho 2014

MARCONDES, Inaura Aparecida Lustosa. Teatro: elo entre o leitor e o sentido do texto. In: PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL, SEED-PR, 2007/2008. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/335-4.pdf. Acesso em 22 de junho 2014

MARTINS, Heloisa Helena T. de Souza. Metodologia qualitativa de pesquisa. Educação e Pesquisa/USP, São Paulo, v.30, n.2, p. 289-300, maio/ago. 2004. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro06.pdf. Acesso em 17 de junho 2014.

MIRANDA, Juliana Lourenço et al. Teatro e a Escola: funções, importâncias e práticas. Revista CEPPG, Goiás, n.20, p. 172-181. 2009. Disponível em:

http://moodle3.mec.gov.br/ufms/file.php/1/gestores/vivencial/pdf/projetointervencao.pdf. Acesso em 16 mai. 2014.

OLIVEIRA, Priscila Félix de; SEVERINO, Thiago Saveda. O teatro e a música como auxílio no ato de leitura. 2010. Disponível em: http://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/educacao/o-teatro-musica-como-auxilio-no-ato-leitura.htm. Acesso em 15 de setembro 2014.

OSTROWER, Fayga. Universos da Arte. 1. Ed. Rio de Janeiro: Campus, 1983.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação do Paraná -Departamento de Educação Básica - Diretrizes Curriculares da Educação Básica Língua Portuguesa – Paraná. 2008. Dispo-nível em: http://www.scielo.br/pdf/rae/v35n2/a08v35n2.pdf. Acesso em 13 de junho 2014

PAULON, Simone Manieri. A Análise de Implicação como Ferramenta na Pesquisa-intervenção. Psicologia & Sociedade, Rio Grande do Sul, v.17, n.3, p.18-25, set-dez. 2005. Disponível em:

http://www.scielo.br/pdf/psoc/v17n3/a03v17n3.pdf. Acesso em 12 de junho 2014.

SOUZA, Emilene Corrêa. Múltiplas linguagens x habilidades comunicativas: o ensino de língua estrangeira no ambiente escolar. Revista Educação, Ciência e Cultura, Canoas, v.18, n.1, p.109-123, jan-jun. 2013. Disponível em: http://www.revistas.unilasalle.edu.br/index.php/Educacao. Acesso em 10 de junho 2014

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa - ação. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1986.

VIGOTSKY, Lev Semenovich. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

VIGOTSKY, Lev Semenovich. Psicologia da Arte. 1. Ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Downloads

Publicado

29-08-2018

Como Citar

COSTA, D. S.; FRANCO, S. A. P. Contribuições do teatro: novas leituras presentes no Currículo do Ensino Médio. Travessias, Cascavel, v. 12, n. 2, p. 141–156, 2018. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/19009. Acesso em: 29 maio. 2022.

Edição

Seção

EDUCAÇÃO