A temática da busca em Alice Munro e Pedro Almodóvar: personagens femininas

Autores

Palavras-chave:

Alice Munro, Pedro Almodóvar, Imagens Poéticas, Temática da Busca.

Resumo


O presente artigo visa refletir sobre as imagens poéticas do feminino, a partir da “temática da busca”, na obra da escritora canadense Alice Ann Munro, mais especificamente em três contos presentes no livro Fugitiva (2014) e a transposição fílmica desses contos, por Pedro Almodóvar Caballero, no filme Julieta (2016). Do livro, os contos selecionados foram: “Ocasião”, “Daqui a pouco” e “Silêncio”. Estes contos funcionam como intertextos na filmografia de Almodóvar. Para desenvolvimento do artigo, buscou-se apoio teórico, crítico e metodológico nos estudos comparados em literatura e outras artes, nos estudos intermídias e nos estudos sobre o tema da viagem como deslocamentos existenciais das personagens femininas, que em suas errâncias configuram a “temática da busca”, contemplando outras derivações potentes para a criação literária e também para a criação fílmica, por exemplo, imagens do silêncio, imagens arquetípicas do feminino, memórias de infância, gerando um movimento de partidas e chegadas ricos em deslocamentos do eu feminino. A metodologia de estudos, aqui empregada, permite refletir sobre os processos de intermidialiadades e transcriação da narrativa literária à narrativa fílmica, analisando as operações básicas da construção fílmica, que resultarão na expansão e transformação do signo literário. Tem-se como base teórica Balogh (2005), Walter Benjamin (2010), Luis Claudio Costa (2010), Isla Duncan (2011), Michelle Gadpaille (1988), Brad Hooper (2008), George Woodcok (1986), Claus Clüver (2006), Santiago Kovadloff (2003), Elisabeth Badinter (1980), Mikhail Bakhtin (1996) entre outros.

Biografia do Autor

Amanda Caldeira Gilnek, Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Graduada do curso de Letras Português/Inglês na Universidade Estadual do Oeste do PR - UNIOESTE. Pós graduanda em Ensino de Língua Inglesa e Mestranda na área de Literatura, memória, cultura e ensino pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE. Membro do Grupo de Pesquisa Confluências da Ficção, História e Memória na Literatura e nas Diversas Linguagens. Participou de projeto de Iniciação Científica, modalidade PICV/UNIOESTE. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Ensino Bilíngue, atuando principalmente nos seguintes temas: Língua, Literatura e Outras Artes.

Lourdes Kaminski Alves, Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

Lourdes Kaminski Alves possui graduação em Letras Português/Inglês pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (1985), Especialização em Metodologia e Prática de Ensino de Língua Portuguesa pela Universidade Estadual de Campinas (1988), Especialização em Metodologia do Ensino da Língua Inglesa pela Universidade Estadual de Campinas (1990), Mestrado em Letras pela Universidade Estadual de Londrina (1996) e Doutorado em Literatura Comparada e Teoria Literária pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp (2003). Pós-doutorado em Letras: Cultura e Contemporaneidade pelo Programa de Pós-gradu em Letras da Pontifícia Universidade Católica do Rio. Pós-doutorado em Letras pelo Programa de pós-grad em Letras Neolatinas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Docente no Curso de Letras na Universidade Estadual do Oeste do Paraná desde 1989, onde se aposentou como Professor Associado em dezembro de 2018. Atualmente, permanece como pesquisador Sênior CNPq, atuando na pós-graduação da mesma instituição em atividades de ensino e pesquisa. Atua nos campos de estudos: Literatura Comparada. Literatura e Dramaturgia Brasileira. Literatura Clássica e Estudos Intermídias, Teoria e Crítica Literária no Brasil e América Latina, Escrita Criativa, Produção de Roteiro para audiovisual. Foi Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Letras da Unioeste e de outros Programas institucionais nos biênios (2004-2008); (2012-2014); (2016-2018). Editora Científica da Revista Línguas&Letras. Professora Associada na ABRALIC, na AILC, Internacional Comparative Literature Association, na Associação Brasileira de Hispanistas (ABH). Líder do Grupo de Pesquisa Confluências da Ficção, História e Memória na Literatura e nas Diversas Linguagens. Membro do Grupo de Investigación de la Literatura Comparada (GILC), del Instituto de Investigaciones Literarias ?Gonzalo Picón Febres?, de la Facultad de Humanidades y Educación, de la Universidad de Los Andes, en Mérida-Venezuela. Coordenadora do GT da ANPOLL, Dramaturgia e Teatro (biênio 2016-2018). Coordenadora Adjunta do GT da ANPOLL, Dramaturgia e Teatro (biênio 2018-2020). Coordenadora do Núcleo de Estudos Comparados e Pesquisa em Literatura, Cultura, História e Memória na América Latina. Consultor -ad hoc em processo de seleção PIBIC UFGD, UNIOESTE, UEMS, UNESPAR. Consultor-ad-hoc da Fundação Araucária, CNPq, CAPES. Membro da Diretoria da ANPOLL, biênio (2018-2020).

Referências

AGAMBEN, Giorgio. O que é um dispositivo. In: AGAMBEN, Giorgio. O que é o contemporâneo? E outros ensaios. Trad. Vinícius Nicastro Honesko. Chapecó: Argos, 2009, p. 27-51.

BADINTER, Elisabeth. Um amor conquistado: O mito do amor materno. Trad. Waltensir Dutra. Rio de Janeiro – RJ, 1980.

BAKHTIN, Mikhail. A Cultura Popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. Trad. De Yara Frateschi Vieira. São Paulo: HUCITEC, 1996.

BARTHES, Roland. O prazer do texto. São Paulo: Perspectiva, 1987.

BARTHES, Roland. O rumor da língua. São Paulo: Civilização Brasileira, 1984.

BALOGH, Anna. Maria. Conjunções – Disjunções – Transmutação: da Literatura ao Cinema e à TV. São Paulo: Annablume, 2005.

BAZZOLI, OÍSE DE OLIVEIRA MATTOS. O espaço na configuração das personagens em contos de Alice Munro. Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara – SP, 2016.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. 7. Trad. Sergio Paulo Rouanet, v. 1. São Paulo: Brasiliense, 2010.

CORTÁZAR, Julio. Alguns aspectos do conto. In: CORTÁZAR, Julio. Valise de cronópio. São Paulo: Perspectiva, 1993.

CORTÁZAR, Julio. Do conto breve e seus arredores. In: CORTÁZAR, Julio. Último round. Trad. Ari Roitman e Paulina Wacht. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.

COSTA, Luis. Cláudio. Contaminações entre o poeta e o cineasta. In: LÍRIO, G. COUTINHO, A. (orgs.). Interseções: cinema e literatura. Rio de Janeiro: Letras, 2010.

DUNCAN, Isla. Alice Munro’s Narrative Art. Nova Iorque: Palgrave MacMillan, 2011.

DURAS, Marguerite. Escribir. Trad. Ana Maria Moix. México, 1994.

GADPAILLE, Michelle. The Canadian short story. Toronto: Oxford University Press, 1988.

GOTLIB, Nadia. Battella. Teoria do conto. São Paulo: Ática, 2011.

GENETTE, Gérard. Discurso da narrativa. Trad. Fernando Cabral Martins. Lisboa: Vega, 1995.

GENETTE, Gérard. Figures III, Paris, Seuil,1972.

HOOPER, Brad. The fiction of Alice Munro: an appreciation. Westport, EUA: Praeger, 2008.

JAKOBSON, R. Aspectos linguísticos da tradução. In: JAKOBSON, R. Linguística e comunicação. Trad. Izidoro Blikstein e José Paulo Paes. São Paulo: Cultrix, 1969.

JUNG, C. G. Os arquétipos e o inconsciente coletivo. Vozes, 1976.

LE BRETON, David. Do silêncio. Lisboa: Instituto Piaget, 1999.

KRISTEVA, Julia. Introdução à Semanálise. Trad. Lucia Helena França Ferraz. 2.ed. São Paulo: Perspectiva, 1974.

KOVADLOFF, Santiago. O silêncio primordial. Trad. Eric Nepumoceno, Luis Carlos Cabral. Rio de Janeiro: José Olympio, 2003.

MUNRO, Alice. Ocasião, Daqui a pouco, Silêncio. In: MUNRO, Alice. Fugitiva. Trad. Pedro Sette-Câmara. São Paulo: Biblioteca Azul, 2014.

MUNRO, Alice. Fugitiva. Trad. Sergio Flaksman. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

MUNRO, Alice. Felicidade demais. Trad. Alexandre Barbosa de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

MUNRO, Alice. O amor de uma boa mulher. Trad. Jorio Dauster. 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2013a.

MUNRO, Alice. Ódio, amizade, namoro, amor, casamento. Trad. Cássio de Arantes Leite. São Paulo: Globo, 2004.

MUNRO, Alice. Vida querida. Trad. Caetano W. Galindo. São Paulo: Companhia das Letras, 2013b.

MUNRO, Alice. Dance of the Happy Shades. USA, Vintage Books USA,1968.

MUNRO, Alice. Lives of Girls and Women. USA, Vintage Books, 2001.

MUNRO, Alice. Something I’ve Been Meaning to Tell You. Canadá, McGraw-Hill, 1974

MUNRO, Alice. The Beggar Maid. Canadá, Random House Inc, 1970.

MUNRO, Alice. The Moons of Jupiter, Canadá, Macmillan, 1982.

MUNRO, Alice. The Progress of Love, Canadá, Macmillan, 1986.

MUNRO, Alice. Friend of My Youth, Canadá, The New Yorker, 1990.

MUNRO, Alice. Open Secrets. Canadá, Knopf, 1994.

MUNRO, Alice. Selected stories. Canadá, Knopf, 1996.

MUNRO, Alice. The View from Castle Rock. Canadá, McClelland & Stewart, 2006.

MUNRO, Alice. Carried Away. Canadá, Everyman's Library, 2006.

MUNRO, Alice. Too much happiness. Candá, McClelland and Stewart's, 2009.

MUNRO, Alice. Dear Life. Canadá: Ryerson Press, 2012.

MUNRO, Alice. Runaway. Vintage Books USA; Edição: Reprint: 2005.

MUNRO, Alice. Biography. Disponível em: <https://www.alicemunro.ca/> Acesso em: 11

jun. 2018.

NANCY, Jean-Luc. Demanda. Trad. João Camillo Penna, Ecalir Antonio Almeida Filho e Dirlenvalder do Nascimento Loyolla. Florianópolis: Ed. UFSC; Chapecó: Argos, 2016.

NANCY, Jean-Luc. À escuta. Trad. Carlos Eduardo Schmidt Capela e Vinícius Nicastro Honesko. Outra Travessia Nr. 15.Ilha de Santa Catarina: 2013.

POLETTO, Ana Júlia. A leitura dos espaços inóspitos em Alice Munro: corpos (des)habitados e lugares (des)construídos. Caxias do Sul, 2017.

RASPORICH, Beverly Jean. Dance of the Sexes: Art and Gender in the Fiction of Alice Munro. Edmonton: University of Alberta Press, 1990.

REIS, Carlos; LOPES, Ana Cristina. Dicionário de Narratologia. Coimbra: Almedina, 1980

SANTIAGO, Silviano. Glossário de Derrida (sup.). Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1976.

SODRÉ, Muniz. Best-seller: a literatura de mercado. 2. ed. São Paulo: Ática, 1988.

STEINER, George. Silêncio e linguagem. Ensaios sobre a crise da palavra. Trad. Gilda Stuart e Felipe Rajabally. São Paulo: Companhia da Letras, 1988.

TAUSKY, Thomas.E. Alice Munro biocritical essay. In: Canadian literary archives. Disponível em <http://www.ucalgary.ca/library/SpecColl/munrobioc.htm> Acesso em: 1 jan. 2015.

WOODCOCK, G. The plots of life: the realism of Alice Munro. Queen’s Quarterly, v. 93, n. 2, p. 235-250,Toronto, Summer 1986.

FILMOGRAFIA

ALMODÓVAR, Pedro. Julieta. Direção e Roteiro de Pedro Almodóvar, Espanha, 2016.

Downloads

Publicado

26-12-2019

Como Citar

GILNEK, A. C.; ALVES, L. K. A temática da busca em Alice Munro e Pedro Almodóvar: personagens femininas. Travessias, Cascavel, v. 13, n. 3, p. 273–290, 2019. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/23284. Acesso em: 27 maio. 2022.

Edição

Seção

LITERÁRIA