A cosmogonia amazônica na poética do imaginário de João de Jesus Paes Loureiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/rt.v14i1.24183

Palavras-chave:

Cosmogonia, Imaginário, Paes Loureiro.

Resumo


Este trabalho analisa os traços da cosmogonia amazônica presentes na poética do imaginário de João de Jesus Paes Loureiro. O autor da cidade de Abaetetuba no Pará viveu parte da sua infância às margens das ilhas e carrega, na sua escrita, traços memorialísticos das narrativas míticas ribeirinhas. Assim, sua formação cultural e intelectual é marcada pela poética das águas. O estudo possui em seu corpus analítico passagens de poemas como “Paisagem mítica”, “Abaetetuba sempre”, “A história luminosa e triste do Cobranorato”, “Cantar da Iara”, entre outros. Para identificar os traços mais representativos da cosmogonia amazônica, o estudo dialoga com autores do campo da mitologia, do imaginário e da cultura amazônica. A análise de poemas se pautou em uma leitura discursiva e narratológica a partir dos estudos culturais. A pesquisa selecionou uma corpora poética a fim de ler os traços cosmogônicos da Amazônia na poética do autor. Nesse sentido, embasou-se em autores como Eliade (1963), Pizarro (2012) e no próprio Paes Loureiro (2000) como teórico de si. Desse modo, as narrativas míticas surgem como vivência e forma de explicação da complexa formação do universo amazônico, constituída de narrativas que dão voz aos povos dessa região. As cenas culturais evocam, neste estudo narratológico, seres encantados das profundezas dos rios, das florestas e legitimam a cosmologia das encantarias, categorizada por Paes Loureiro como poética estetizante. Com isso, por meio da escrita poética desse autor, este artigo identifica as relações entre a natureza e as narrativas míticas, observando o regime das águas como fenômeno que exerce grande influência sobre a vida do caboclo amazônico, seja no modo de ver ou de construir a gênese da (re) criação do mundo e dos seres amazônicos.

Biografia do Autor

Diemerson da Silva Ribeiro, Universidade Federal do Pará - UFPA

Graduado em Letras – Português pela Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA; Pós-graduando Latus Sensus em Ensino de Língua Portuguesa pela Universidade Federal do Pará – UFPA; Docente de Língua Portuguesa na Prefeitura Municipal de Tomé-Açu/PA.

Geovane Silva Belo, Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA

Graduado em Letras – Português pela Universidade do Estado do Pará – UEPA; Pós-graduação em Ensino e Aprendizagem de Língua Portuguesa e Literaturas pela UFPA; Mestre em Artes pela UFPA/PPGARTES; Doutor em Educação pela UFPA/PPGED na linha Educação, Cultura e Sociedade. Atua como Docente do Curso de Letras na Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA Tomé-Açu/PA.

Referências

BACHELARD, Gaston. A água e os sonhos: ensaio sobre a imaginação da matéria. (Trad. de Antônio de P. Danesi). São Paulo: Martins Fontes, 1998. Disponível em: http://pt.scribd.com/doc/36379499/BACHELARD-Gaston-A-Agua-e-ossonhos#download. Acesso em 23 de fevereiro de 2019.

ELIADE, Mircea. Aspectos do Mito. 1. ed. Lisboa: Edições 70, 1963.

FARES, Josebel Akel. Poéticas orais constroem a história da Amazônia. In: FARES, Josebel Akel (org.). Diversidade cultural: tema e enfoques. Belém: Unama, 2006. (Coleção Linguagens: estudos interdisciplinares e multiculturais, v. 2). P. 158-159.

FEARNSIDE, Philip. Hidrelétricas na Amazônia: impactos ambientais e sociais na tomada de decisões sobre grandes obras. Vol. 1. Manaus, Amazonas: Editora do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), 2015.

LOUREIRO, Paes. Obras reunidas / João de Jesus Paes Loureiro. São Paulo. Escrituras Editora, 2000.

LOUREIRO, Paes. Obras reunidas / João de Jesus Paes Loureiro. São Paulo. Escrituras Editora, 2000. v. 2.

LOUREIRO, Paes. Obras reunidas / João de Jesus Paes Loureiro. São Paulo. Escrituras Editora, 2000. v. 3. p. 267-379.

LOUREIRO, Paes. Obras reunidas / João de Jesus Paes Loureiro. São Paulo. Escrituras Editora, 2000. v. 4. p. 91.

MATTHIJS H.D. van der Wiel. Maya. Cosmology. March 2, 2004.

MARTINS, Roberto de A. O universo: teoria sobre sua origem e evolução. São Paulo: Ed. Moderna, 1994.

MOREIRA, R. A. A Criação do mundo e do homem segundo Popol Vuh – O livro sagrado dos maias-quichés da Guatemala. Revista dos Encontros Literários Moreira Campos. Departamento de Literatura da Universalidade Federal do Ceará Ano 1 – N.01 – abril-julho de 2008. Disponível em: http://encontrosliterarios.ufc.br. Acesso em 15 de junho de 2019.

PIZARRO, Ana. Amazônia: as vozes do rio: imaginário e modernização. Trad. Rômulo Monte Alto. Belo Horizonte: ed. UFMG, 2012.

IANNI, Octavio. Jesus na Amazônia. In: LOUREIRO, João de Jesus Paes. Porantim: poemas amazônicos. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978. Prefácio.

Downloads

Publicado

09-04-2020

Como Citar

RIBEIRO, D. da S.; BELO, G. S. A cosmogonia amazônica na poética do imaginário de João de Jesus Paes Loureiro. Travessias, Cascavel, v. 14, n. 1, p. 43–59, 2020. DOI: 10.48075/rt.v14i1.24183. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/24183. Acesso em: 20 maio. 2022.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: Mito, Imaginário e Ecolinguística