Entre o campo e a cidade: estratégias organizacionais visando a permanência do jovem no campo

Eliane Brenneisen

Resumo

A migração dos jovens rurais para as cidades tem sido uma preocupação constante por parte das organizações civis ou públicas envolvidas no processo de reprodução da agricultura familiar. Em vista disso, estratégias organizacionais visando à permanência do jovem no campo têm sido desenvolvidas. Esse artigo focaliza especialmente duas estratégias colocadas em prática no âmbito de um projeto de desenvolvimento rural denominado “Vida na Roça”: a primeira no campo econômico-produtivo e a segunda no campo cultural e de lazer por meio da criação de um grupo de teatro-educativo. O artigo aborda ainda aspectos das relações intrafamiliares no campo.

Palavras-chave

Desenvolvimento rural; Migração campo-cidade; Teatro-educativo.

Texto completo:

PDF