TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS DOS PROGRAMAS DE SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL NOS TERRITÓRIOS RURAIS DA AMÉRICA LATINA: REFLEXÕES A PARTIR DA SISTEMATIZAÇÃO DE PROJETOS E POLÍTICAS PÚBLICAS

Luiz Carlos Beduschi Filho

Resumo


O presente artigo apresenta algumas reflexões sobre as tendências e os desafios para a promoção da segurança alimentar e nutricional em territórios rurais de países da América Latina. Baseado na sistematização de experiências em curso na região, o artigo sustenta que está em curso um processo profundo de mudança na forma como o tema é tratado por governos, organizações de cooperação internacional e pela sociedade em geral. Os principais contornos de tal mudança apontam para: a) o alinhamento das políticas públicas em torno da promoção da SAN com um enfoque territorial do desenvolvimento; b) a combinação de instrumentos de política social e política produtiva; c) o reconhecimento de que a fome e a desnutrição são um problema eminentemente político que tem que estar incorporado na agenda dos governos no mais alto nível possível; d) a configuração de plataformas multi-atores para fazer frente à complexidade que os desafios da segurança alimentar e do desenvolvimento rural impõem.

Palavras-chave


segurança alimentar; desenvolvimento territorial; políticas públicas, cooperação internacional

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Faz Ciência


ISSN 1677-0439 (versão impressa) – ISSN 1983-148X (versão eletrônica)

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Campus de Francisco Beltrão

Rua Maringá, 1200 - Bairro Vila Nova

Francisco Beltrão – Paraná - CEP: 85605-010

revista.fazciencia@unioeste.br |