AVALIAÇÃO DE PROTEÍNA DE TORTA DE CANOLA E AMENDOIM EM PRENSA EXTRUSORA AUTOMATIZADA VARIANDO A TEMPERATURA E A VELOCIDADE DE ROTAÇÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/ijerrs.v3i2.26540

Palavras-chave:

Canola, Amendoim, Extrusora, Proteína

Resumo


O Brasil tem desenvolvido uma politica agrícola a várias décadas voltada para produção de culturas vegetais, com ênfase nas culturas oleaginosas, consequentemente o abastecimento das cadeias produtivas e consumidoras, se tornam cada vez mais exigentes quali-quantitativamente, sendo o impacto econômico, um reflexo dos investimentos em processos, tecnologias e pesquisa no setor. Através de prensas-extrusoras nacionais utilizada para a extração dos coprodutos óleo e torta. O trabalho visou quantificar a porcentagem de proteína e umidade na torta de Canola e Amendoim com a metodologia do instituto Adolfo Lutz, verificando o efeito das variáveis independentes: temperatura e velocidade de rotação sobre os parâmetros de umidade e proteína , com as unidades experimentais (5x4), com três repetições, sendo assim, cada extração mecânica do coproduto óleo e torta  foi dividida em quatro faixas de temperatura (110-120, 120-130, 130-140 e 140-150 ˚C), e cinco rotações (1000, 1200, 1400, 1600 e 1800 rpm) na prensa-extrusora. Analise de variância e teste Tukey pode se compreender que a umidade de amendoim se encontra na faixa  temperatura 120-130 com a rotação de 1200 rpm com 1,8% e de canola  na rotação de 1800 rpm, para proteína de Amendoim o maior valor encontrado faixa de temperatura 130-140 com a maior rotação 1800 rpm chegando a ter 57,1%. E para canola a maior quantidade de proteína disponível se encontra na faixa de temperatura 110-120 e 1000 rpm 37%.

Biografia do Autor

Cristiano Fernando Lewandoski, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doctoral student in Energy Engineering in Agriculture - UNIOESTE. - Master in Energy Engineering in Agriculture (2019) - UNIOESTE. - Bachelor of Electrical Engineering from Universidade Paulista (2013) - UNIP - Experience in the area of Electrical Engineering, with emphasis on Electrical and Industrial Installations, Industrial Automation, Industry 4.0. - Design of Photovoltaic systems, Biomass, Vegetable oil extraction, Industrial Electrical Installations, Industrial Automation, Automation 4.0, IoTs, Supervision Systems. - Researcher at the State University of Western Paraná since 2017, working in research at the laboratory of CDTER - Renewable Energy Diffusion Center in partnership with FUNDETEC - Cascavel. - Industrial Automation Projects, PLC programming, Supervisory Programming, CCM Projects, Electrical and Automation switchboards and projects. - Consulting in industrial works, consulting of renewable energy projects and Energy Efficiency. - Speaker in Renewable Energy and Renewable Energy. - Works of Technological Innovation Projects in partnership with NIT - Unioeste Technological Innovation Center. - Research Development with technologies and partnership with Delta, Siemens, ABB, Eaton and Weg.

Referências

ABRASCANOLA Associação Brasileira dos Produtores de Canola. Sistema de produção da canola Disponível no Link < https://abrascanola.com.br/> de 9 de setembro de 2020

BAIER, A.C; ROMAN, E.S. Informações sobre a cultura da “canola” para o sul do Brasil. In: SEMINÁRIO ESTADUAL DE PESQUISA DE CANOLA, 1, 1992, Cascavel, PR. Resultados... , Passo Fundo: EMBRAPA/CNPT, 1992. P.1-10

BUENO P.L., LEWANDOSKI C. F., SANTOS R. F., RODRIGUES H. V., BATISTA J. A. Automação 4.0 de prensa extrusora e aplicação energética de óleo de linhaça REVISTA TÉCNICO-CIENTÍFICA CREA-PR. 2019

BRASIL Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. PORTARIA Nº 7 1998 DF Brasília

CAMARGO, F. P. et al. Previsões e estimativas das safras agrícolas do Estado de São Paulo, ano agrícola 2019/20, fevereiro de 2020. Análises e Indicadores do Agronegócio, São Paulo, v. 15, n. 4, abr. 2020

CANOLA COUNCIL OF CANADA. Canola. Winnipeg: Canola Council of Canada. 42p. 1999.

CARCIOFI A. C. Fontes de proteína e carboidratos para cães e gatos Revista Brasileira de Zootecnia v. 37 Viçosa 2008

EMBRAPA - EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA Manual de Segurança e Qualidade para a Cultura do Amendoim. Brasília, DF : Campo PAS, 2004

FAO. Agricultural Production: primary crops. Disponível em: <http://www.fao.org>. Acesso em: 02 dez. 2020.

FERREIRA, Daniel Furtado. SISVAR: um programa para análises e ensino de estatística. Revista Symposium (Lavras), v. 6, p. 36-41, 2008.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Métodos físico-químicos para análise de alimentos /coordenadores Odair Zenebon, Neus Sadocco Pascuet e Paulo Tiglea -- São Paulo: Instituto Adolfo Lutz, 2008

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Agropecuário Brasil. Número 19. Rio de Janeiro: IBGE, 2017.

LEWANDOSKI C.F.; SANTOS R. F.;RODRIGUES H.V.;SILVA E. T. C.;LEWANDOSKI S. Automação 4.0 de esmagadora de grãos e aplicação energética de óleo de Crambe International Journal of Environmental Resilience Research and Science 189-212. 2019

TOMM G.O.;Wiethölter S.;Dalmago G.A.;Santos H.P. Tecnologia para produção de canola no Rio Grande do Sul, Documentos on-line EMBRAPA, 2009

Downloads

Publicado

01-09-2021 — Atualizado em 28-09-2021

Versões

Como Citar

LEWANDOSKI, C. F. AVALIAÇÃO DE PROTEÍNA DE TORTA DE CANOLA E AMENDOIM EM PRENSA EXTRUSORA AUTOMATIZADA VARIANDO A TEMPERATURA E A VELOCIDADE DE ROTAÇÃO. International Journal of Environmental Resilience Research and Science, [S. l.], v. 3, n. 2, 2021. DOI: 10.48075/ijerrs.v3i2.26540. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/ijerrs/article/view/26540. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos