OS CONCEITOS DA ARQUITETURA BIOCLIMÁTICA E SUA RELAÇÃO COM A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NAS EDIFICAÇÕES

Autores

  • Julie Cristina de Oliveira Meulam UNIOESTE
  • Thayara Tonietto
  • Reginaldo Ferreira Santos
  • Jair Antonio Cruz Siqueira

DOI:

https://doi.org/10.48075/ijerrs.v2i1.26006

Resumo


o objetivo deste é avaliar quais as técnicas da arquitetura bioclimática são eficientes no consumo de energia elétrica e como auxiliam nos níveis de eficiência energética dos edifícios. O conhecimento das corretas práticas arquitetônicas bioclimáticas são fundamentais na elaboração de projetos mais eficientes energeticamente. Dessa maneira foram abordadas as estratégias arquitetônicas bioclimáticas, como a orientação do edifício, a iluminação e ventilação natural, os brises soleil, espelhos d’agua e a utilização da vegetação. Pode-se entender que um edifício é energeticamente mais eficiente que outro por proporcionar as mesmas condições ambientais com menor consumo de energia. Os benefícios da eficiência energética não são apenas voltados para as medidas tradicionais de redução de demanda energia, também diminuem a poluição do ar local, geram uma economia nos orçamentos públicos, melhoram a saúde e a qualidade de vida da população, proporcionam segurança energética, minimizam os gases de efeito estuda, entre outros. Conclui-se com base nas informações analisadas, que as técnicas da arquitetura bioclimática aplicadas nas construções, ocasionaram efeitos na redução de temperatura nos ambientes em comparação as áreas que não empregavam tais métodos. Os resultados deste estudo demonstraram também que as técnicas arquite

Downloads

Publicado

01-06-2020

Como Citar

MEULAM, J. C. de O.; TONIETTO, T.; SANTOS, R. F.; SIQUEIRA, J. A. C. OS CONCEITOS DA ARQUITETURA BIOCLIMÁTICA E SUA RELAÇÃO COM A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA NAS EDIFICAÇÕES. International Journal of Environmental Resilience Research and Science, [S. l.], v. 2, n. 1, 2020. DOI: 10.48075/ijerrs.v2i1.26006. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/ijerrs/article/view/26006. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos