EDUCAÇÃO AMBIENTAL E RESILIÊNCIA CLIMÁTICA: DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS DA CRISE DA ÁGUA NUMA ESCOLA DO CAMPO / ENVIRONMENTAL EDUCATION AND CLIMATE RESILIENCE: CONTEMPORARY CHALLENGES IN THE WATER CRISIS AT A FIELD SCHOOL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/ijerrs.v3i1.26480

Palavras-chave:

Escola do campo. Práticas de resiliência. Crise de água. Educação Ambiental. Educação do Campo

Resumo


O artigo resulta de pesquisa vinculada ao Projeto “Invisibilidade da Identidade Socioambiental nas Escolas do Campo” financiado pelo CNPq, numa parceria da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, em Cascavel-PR, com a Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba-PR. Busca-se refletir e apresentar os resultados de como ocorreram as práticas educativas de resiliência em uma escola do campo diante da crise de abastecimento de água na comunidade de Matulão no município de Tijucas do Sul, localizado na Região Metropolitana de Curitiba, Paraná. Também, como a escola como liderança social nessa comunidade, contribuiu para fortalecer sua identidade socioambiental de resiliência diante da falta de água nessa área rural do município. Assim, retrata-se a participação e a mobilização da comunidade escolar, pais, alunos, professores e representantes da comunidade que foram determinantes para que numa ação de transformação da realidade o problema fosse resolvido, garantindo o abastecimento de água para às famílias da comunidade. Tais ações concretizaram a articulação entre a Educação Ambiental e a Educação do Campo, fortalecendo o princípio da resiliência da comunidade e a sensibilização ambiental com a compreensão dos problemas ambientais locais e globais, e do necessário exercício de práticas de resiliência como um caminho possível diante de tais situações socioambientais.

Biografia do Autor

Maria Arlete Rosa, Universidade Tuiuti do Paraná

Pedagoga, Pesquisadora e Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação de Mestrado e Doutorado, Universidade Tuiuti do Paraná

Irene Carniatto, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE

Profª Drª do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural Sustentável da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Cascavel, Paraná, Brasil. Coordenadora da Rede Internacional de Pesquisa em Desenvolvimento Resiliente ao Clima – RIPEDRC.

Rosana Aparecida Cruz, Universidade Tuiuti do Paraná em Parceria com a UNIOESTE

Departamento de Educação

Referências

BRASIL. Decreto n. 7.352, de 4 de novembro de 2010. Dispõe sobre a política de Educação do Campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária – PRONERA. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/decreto/d7352.htm. Acesso em: 29 mai. 2013.

CALDART, Roseli Salete. Por Uma Educação do Campo: traços de uma identidade em construção. In ARROYO, M. G.; CALDART, R. S.; MOLINA, M. C. (Orgs.). Por uma educação do campo. Petrópolis: Vozes, 2004. p. 149-158.

CALDART, R. S. Por uma educação do campo: traços de uma identidade em construção. In: KOLLING, E. J.; CERIOLI, P. R.; CALDART, R. S. (Orgs.). Educação do campo :identidade e políticas públicas. Brasília, DF: Articulação Nacional Por Uma Educação do Campo, 2002. p. 25-3

IPARDES. Disponível em: http://www.ipardes.gov.br/cadernos/MontaCadPdf1.php?Municipio=83190.A. Acesso em: 4 dez.2020.

SOUZA, Maria Antônia de. Educação do Campo, desigualdades sociais e educacionais. Educ. Soc., Campinas, v. 33, n. 120, p. 745-763, jul.-set. 2012. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em: 9 fev. 2013.

TOZONI-REIS Marília Freitas de Campos. Temas ambientais como temas geradores: contribuições para uma metodologia educativa ambiental crítica, transformadora e emancipatória. Educar, Curitiba n.27, p.93-110.2006, Ed. UFPR.

Downloads

Publicado

10-03-2021

Como Citar

ROSA, M. A.; CARNIATTO, I.; CRUZ, R. A. EDUCAÇÃO AMBIENTAL E RESILIÊNCIA CLIMÁTICA: DESAFIOS CONTEMPORÂNEOS DA CRISE DA ÁGUA NUMA ESCOLA DO CAMPO / ENVIRONMENTAL EDUCATION AND CLIMATE RESILIENCE: CONTEMPORARY CHALLENGES IN THE WATER CRISIS AT A FIELD SCHOOL. International Journal of Environmental Resilience Research and Science, [S. l.], v. 3, n. 1, 2021. DOI: 10.48075/ijerrs.v3i1.26480. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/ijerrs/article/view/26480. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos